quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

8019 - GENERAIS JAPONESES DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL

Diga não ao Racismo! • Home • Quem Somos • Editorial • Estatuto • Contato • Estado Maior • Links • Janeiro 20, 2011


Clube dos Generais

Armamentos
· Aereo
· Naval
· Terrestre
· Outros



Artigos

Batalhas
· 1939
· 1940
· 1941
· 1942
· 1943
· 1944
· 1945
· Outras Batalhas



Biografias
· Aliados
· Eixo
· Outros



Brasil na Guerra
· 1º ELO
· FEB
· 1º GAC



Dia D
· Defesas Alemãs
· Estratégia
· Invasão
· Ordens de Batalha
· Paris
· Preparação
· Progressos



Especiais
· Napoleão
· Canadá na SGM
· Encontros
· A Arte de Strachwitz



Galeria
· Fotos
· Mapas
· Posters



Guerras do Séc. XX
· Guerra da Coréia
· Guerra das Falklands



Membros
· Comandos Regionais
· Comendas
· Sistema de Patentes
· Panteão do CG



Projeto Atena




Avisos Gerais

Contribuam com a página do CG. Escrevam artigos e enriqueçam seu conhecimento.


Novos Membros, leiam o Estatuto. É Obrigatório.


A Moderação do CG deseja muita saúde e sucesso aos aniversariantes do mês .






Estatísticas
Até o momento, recebemos
1651591
vizualizações de páginas (page views) desde Novembro de 2006



Tomoyuki Yamashita - Exército Japonês
Por Sir W. Churchill*




General Yamashita, apelidado de “O Tigre da Malásia”, foi um dos mais formidáveis generais japoneses da Segunda Guerra. Com 36 mil homens, ele venceu 100 000 britânicos e conquistou a Malásia e Cingapura em apenas 10 semanas.

Tomoyuki Yamashita nasceu em 8 de novembro de 1885 na vila de Osugi Mura, que fica na ilha de Shikoku. Seu pai, então médico da vila, vinha de uma humilde família de camponeses, sem qualquer riqueza ou influência. Quando Yamashita completou 12 anos, seu pai o enviou para a capital da província e o matriculou na escola Kainan, que era uma academia para garotos que queriam servir ao exército e se tornarem oficiais. Após dois anos, Yamashita decidiu que queria se tornar um soldado. Seu pai viu que ele não seria um homem de vida intelectual e concordou com sua decisão. Aos 15 anos, Yamashita entrou para a academia militar de Hiroshima como cadete. A espartana rotina da academia e forte disciplina ajudaram Yamashita a enfrentar o desconforto e a falta de comida da linha de frente das tropas, mais tarde em sua vida, o que ajudou a conquistar o respeito e admiração de seus homens. O esforço de Yamashita foi recompensado quando ele foi transferido para a academia militar Central em Tókio. Ele se formou em quinto lugar em sua classe em 1905.

O jovem Yamashita era um oficial ambicioso. Ele sabia que precisava entrar na Universidade do Estado Maior se ele quisesse avançar e ter sucesso em sua carreira militar. Várias tentativas falharam até que ele passasse nos rigorosos exames do Estado Maior. Na universidade, o agora Capitão Yamashita se deu muito bem e foi sexto de sua classe em 1916. Foi inclusive, durante sua estada lá, que ele conheceu e se casou com Hisako, filha do aposentado General Nagayama. Após a universidade, Yamashita foi transferido para o Estado Maior em Tóquio. Em 1919, ele foi enviado a Suíça, como assistente do adido militar. Em Berna, Yamashita fez amizade com outro oficial japonês, o Capitão Hideki Tojo, que mais tarde se tornaria Ministro da Guerra e Primeiro Ministro do Japão. Durante esse período, Yamashita negou sua vida social em prol do estudo de sua profissão. Em 1922, retornou a Universidade. Em 1928, foi transferido para Viena como Adido Militar. Em 1930, já como coronel, recebeu o comando do 3º Regimento Imperial de Infantaria, um dos mias fortes do exército japonês. Em 1935 se tornou Chefe do Bureau para assunto militares no Quartel General Imperial, onde desempenhou papel crucial durante uma crise com os jovens oficiais do 1º Regimento. Apesar de sua simpatia por eles, Yamashita continuou leal ao Imperador. Após esse incidente, Yamashita foi transferido para o comando em Seul, Coréia. Em 1937, foi promovido a Tenente General. Em novembro de 1940, Yamashita liderou uma missão a Alemanha e Itália com o Inspetor Geral da Força Aérea.

Em novembro de 1941, foi dado a Yamashita o comando do 25º Exército, cuja tarefa era capturar a Cidade da Malásia e Cingapura. Sendo um capaz e audaz estrategista, com uma disciplina forte, ele treinou os soldados japoneses nas técnicas de guerra na selva e ajudou a conceber os planos para a invasão da península da Malásia em 1941-42. Em dez semanas, o exército de Yamashita marchou sobre a Malásia e obteve a rendição da maior base naval britânica em Cingapura, a 15 de fevereiro de 1942.

Após o sucesso da campanha na Malásia, Yamashita foi para a reserva pelas mãos do PM Tojo e recebeu a incumbência de comandar o Centro de Treinamento do Exército Japonês na Manchúria. E assim permaneceu até 1944, quando Tojo caiu e Yamashita foi enviado para comandar as forças de defesa das Filipinas. Suas forças, entretanto, foram rapidamente derrotadas nas batalhas de Leyte e Luzon, mas ele conseguiu resistir até a rendição incondicional do Japão em agosto de 1945. Yamashita se rendeu aos americanos em 3 de setembro de 1945, e foi acusado como criminoso de guerra em 25 de setembro. O julgamento durou mais de um ano, e apesar de negar saber de atrocidades cometidas por seus soldados, Yamashita foi condenado à morte. Em 23 de fevereiro de 1946, Yamashita foi enforcado em Manila.






Conteudo ©




*Nick de um membro do Clube dos Generais.

O Clube dos Generais é uma entidade voltada apenas e tão somente aos estudos dos fatos históricos ocorridos durante a Segunda Guerra Mundial e não fazemos, em nenhuma hipótese, apologia aos regimes e ideologias vigentes à época. Desta forma, as imagens aqui apresentadas que contenham símbolos nazistas ou outros foram incluídos apenas pelo seu valor histórico e como objeto de estudo e curiosidade, não constituindo crime nos termos da Lei No 7716/89 (que define os crimes resultantes de preconceito ou discriminação de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional)."

Portal instalado e configurado por Alan Besen

Este site utiliza technologia PHP-NUKE e é usado sobre Licença GPL e desenvolvido por Francisco Burzi

Tempo para gerar esta página: 0.07 segundos


:: Baseado no Theme Army SkaidonDesigns :: Modificado por Alan Besen



COPYRIGHT ALAN BESEN

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

Contador de visitas